Buscar
  • Juliana Umar

A importância do ABA no autismo



Nota-se a importância da Análise do Comportamento Aplicada (ABA) no desenvolvimento cognitivo, comportamental e social da criança autista, contribuindo para a socialização na sociedade. Visto que crianças com Transtorno do Espectro Autista geralmente apresentam déficits no desenvolvimento de habilidades que são importantes para o desenvolvimento da aprendizagem, atenção, compreensão da linguagem, imitação e agrupamento de estímulos.

Sendo assim, a ABA aplicada ao Autismo tem como objetivo, trabalhar estes déficits e excessos comportamentais indesejáveis como, baixa tolerância à frustração e birra.

A terapia ABA trabalha quebrando habilidades e comportamentos negativos, em pequenas etapas, recompensando o sucesso em cada fase. Por isso é um tratamento de alto esforço e pode exigir até 40 horas por semana de dedicação do paciente, variando de caso para caso.

Já existem estudos mostrando os benefícios da terapia em ABA. Alguns pesquisadores analisaram dados de 1.468 crianças, entre 18 meses e 12 anos de idade, que receberam tratamento ABA em oito estados norte-americanos por, pelo menos, 20 horas em um mês. Ao longo de 36 meses, a equipe envolvida na pesquisa rastreou o número de competências que as crianças aprenderam em oito domínios de habilidades. Estes estudos comprovaram que, para cada domínio, as crianças que passam mais horas por semana ou mais meses em terapia aprendem mais habilidades do que aquelas que fazem menos sessões em qualquer um dos domínios.

Concluímos então que as terapias em ABA podem ajudar no desenvolvimento dos pacientes, fazendo com que eles trabalhem de forma intensa suas habilidades, ressaltando os comportamentos adequados e minimizando os inadequados.

0 visualização
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube

Orgulhosamente criado por Neurokids

© 2019 por Neurokids