Buscar
  • Juliana Umar

Apraxia de Fala





A cada mil pessoas, duas podem ter apraxia de fala, nos casos de apraxia descobrir como falar é um grande desafio para pessoas com Apraxia de Fala, pois o ato de falar envolve nosso cérebro, boca, língua, mandíbula, os músculos que estão ao redor dessas partes e os caminhos que o cérebro faz para chegar até esses músculos.

Apraxia de Fala na Infância é um distúrbio do processo motor que afeta a habilidade de produzir e sequenciar os sons da fala, ou seja, a pessoa sabe o que quer dizer, mas o cérebro falha ao sequenciar os movimentos dos músculos que são necessários para formar sílabas, palavras e frases.

É importante lembrar que nem todas as crianças cm dificuldade na fala tem apraxia, mas é importante levar em conta a possibilidade desse diagnóstico.

O diagnóstico pode ser de graus variados de apraxia. Em casos mais leves a pessoa consegue falar, mas troca os sons, já em casos graves, ela não é capaz de falar nada.

Esse diagnóstico pode ser feito a partir dos três anos de idade. A intervenção precoce é muito importante para se obter resultados mais significativos. Adultos também podem ser diagnosticados com Apraxia de Fala, após um quadro de derrame cerebral.

O profissional responsável por realizar diagnóstico é sempre um fonoaudiólogo e o atendimento terapêutico é realizado de forma individual, mas além de fonoterapia pode envolver outras especialidades.

O processo terapêutico é longo e os progressos podem ser obtidos à longo prazo. Com a realização de terapias pode haver uma melhora considerável das habilidades comunicativas, porém outros fatores, como idade do paciente devem ser considerados. É importante também incluir a família, realizando um trabalho de orientação aos pais, e com a escola orientando a equipe pedagógica.

205 visualizações
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube

Orgulhosamente criado por Neurokids

© 2019 por Neurokids