Buscar
  • Cintia Aleixo

Dificuldade para caminhar, o que pode ser?


O ato de caminhar é uma atividade complexa que envolve os ossos, músculos e ligamentos do corpo humano, eles recebem estímulos dos nervos, sob comando do cérebro. Sendo assim, qualquer problema nas conexões destes pode interferir na ação livre de caminhar e impedir ou dificultar os movimentos.

O modo padrão de caminhar é chamado de “marcha” e em muitos casos a marcha é comprometida por um problema que é inevitável, como as anormalidades específicas na marcha;

Exemplo: Marcha Propulsiva- Neste caso a cabeça e pescoço ficam inclinados para frente e a postura é rígida.

Marcha em tesouras- Neste caso as pernas ficam levemente flexionadas nos quadris e joelhos, um aspecto de agachamento e o movimento parece o de uma tesoura.

Marcha espástica- Caminhar rígido, arrastando os pés, causado por uma contração muscular em um dos lados do corpo.

Marcha equina- Esse tipo de marcha deixa os pés com os dedos apontados para baixo.

Marcha de pato- este tipo de marcha é muito parecido com o caminhar de um pato – daí seu nome.

As dificuldades em caminhar podem ser ocasionadas tanto por uma deficiência física quanto por algum tipo de doença.

· Podem ter origem vestibular, quando o problema se encontra no ouvido como é o caso da labirintite;

· Origem no sistema nervoso central como esclerose múltipla e paralisia cerebral;

· Anormalidades da medula espinhal: qualquer tipo de doença, trauma ou degeneração da medula espinhal;

· Doenças de nervos periféricos: estes nervos são provenientes da medula espinhal e são responsáveis pelo controle dos músculos, quando danificados, podem interferir no caminhar.

Outros fatores também podem causar dificuldade para caminhar, portanto é muito importante estar atento até mesmo as pequenas dificuldades e sempre procurar um especialista.

0 visualização
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube

Orgulhosamente criado por Neurokids

© 2019 por Neurokids